Protesto na Seduce: dezenas de policiais (que não receberam dezembro) são obrigados a “proteger” secretária Gavioli dos professores

A entrada do prédio da Seduce está cheio de policiais militares (que não receberam o salário de dezembro). Tudo isso para “proteger” a secretária Fátima Gavioli do protesto dos professores, que exigem uma reunião com a comandante da pasta. Gavioli se encastelou no andar de cima do prédio e não quer nem saber das reivindicações dos servidores.

A maioria dos professores não recebeu o salário de dezembro. A categoria também sofre com o corte de benefícios promovido por Caiado.

Veja vídeo:

Compartilhe