Afonso Lopes (2): “Falta rumo à equipe do governador Ronaldo Caiado”

O jornalista Afonso Lopes afirma, em outra análise publicada em seu blog, que, passados 41 dias da posse da Ronaldo Caiado (DEM), ainda faltam “rumo” e “entrosamento” para a equipe de auxiliares do governador. Segundo o analista, isso se explica pela quantidade excessiva de forasteiros no primeiro escalão caiadista, o que deixa aliado descontentes e gera uma pressão permanente pela troca dos secretários estrangeiros.

“A coisa só se complica quando boa parte do secretariado, inclusive 3 das principais e mais sensíveis secretarias – Economia, Segurança Pública e Educação -, são entregues para o comando desses ‘estrangeiros'”. afirma Afonso. “Quando há um ou outro nessa condição, eles se integram aos demais, e ganham rapidamente grande carga de informação. (Mas) Quando os ‘estrangeiros’ são muitos, a integração é bem mais complicada”, afirma ele.

“O resultado prático de tudo isso é o desentrosamento atual. Este começo de governo tem sido marcado pela impressão de que se está assistindo um bom time perdido quanto ao rumo a ser seguido”, diz Afonso, para concluir: “É, sim, preocupante em relação à cristalização da imagem. Inegavelmente, há uma crise. Necessariamente é urgente quebrar a possibilidade de cristalização desse momento negativo”.

Compartilhe