Exclusivo: grupo de 300 pessoas prepara interpelação judicial contra Deputado do Chapéu para que ele explique declarações machistas contra servidoras da Alego

As declarações machistas do deputado estadual Amauri Ribeiro continuam repercutindo. Um grupo de 300 pessoas, composto majoritariamente por servidoras da Assembleia, vai entrar com interpelação judicial contra o deputado para que ele se explique sobre as declarações sexistas contra as mulheres da Casa. As deputadas estaduais Lêda Borges e Adriana Accorsi também apoiam a causa e hoje protestaram contra o Deputado do Chapéu.