Solidários aos professores sem salário, alunos paralisam aulas em Luziânia

A decisão do governador Ronaldo Caiado em não pagar a folha de dezembro rendeu duras críticas nesta sexta-feira (15) dos alunos do Colégio Estadual Osvaldo da Costa Meireles, em Luziânia. Como forma de protesto, em solidariedade aos professores, os alunos paralisaram as aulas.

Em vídeo que circula nas redes sociais, a estudante do ensino médio, Júlia, ataca o governador e pede para que Caiado se coloque no lugar dos professores que estão passando dificuldades financeiras. “Se o senhor tivesse dívidas para pagar, o senhor gostaria? Antes de fazer essa sacanagem com nossos professores, pense se você gostaria [de estar no lugar dos professores]”, questiona. Já o estudante Pedro afirma que o objetivo do movimento não é impedir o trabalho dos professores, mas chamar atenção das pessoas para as privações que muitos profissionais da educação estão passando por conta do calote no pagamento de dezembro. “Estamos do lado deles”, justificou o aluno, que segurava um cartaz com a hashtag #Respeito À Educação. S