Familiocracia: Jorginho Caiado é o novo chefe de Gabinete da Secretaria da Casa Civil

Como se diz em bom goianês, o sobrenome Caiado virou mato nos extensos corredores dos 11 andares do Palácio Pedro Pedro Ludovico Teixeira, sede administrativa do Poder Executivo. O parente da vez é Jorginho Caiado, nomeado chefe de gabinete do titular da Secretaria da Casa Civil, Anderson Máximo.

O salário do cargo é R$ 14 mil. Jorginho pode até ter a qualificação necessária para exercer a função, mas o sobrenome joga por terra o propalado argumento do governador Ronaldo Caiado (DEM) de que a ocupação da administração se daria com base em critérios “estritamente técnicos”.

A nomeação de parentes repercute muito mal junto à população e irrita os partidos da base de apoio de Caiado na Assembleia, rifados da montagem do Executivo.