Nova Câmara: plenário aprova projeto que determina que prefeitura preste contas do uso da taxa de iluminação pública

O plenário da Câmara de Goiânia aprovou por unanimidade nesta quarta-feira (27/2), em segunda e última votação, projeto de lei de autoria do vereador Izídio Alves (PR) que determina que a Prefeitura de Goiânia preste contas do uso da taxa de iluminação pública.

A taxa, chamada Cosip (Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública dos Municípios), é inserida mensalmente nas contas de luz e foi criada para custear a implantação e manutenção da iluminação de vias públicas, praças e parques municipais.

Em Goiânia, a prefeitura não informa quanto arrecada, muito menos como gasta esses recursos. “Nada mais justo que o contribuinte seja informado de quanto é arrecadado com a taxa e como o recurso é aplicado, até porque temos visto graves problemas na qualidade da iluminação pública da capital”, disse Izídio.