Crise no Jovem Cidadão: Ministerio Público do Trabalho fará audiência no dia 8 para discutir fim do programa

O Ministério Público do Trabalho em Goiás (MPT-GO) entrou no circuito da crise no Jovem Cidadão para tentar mediar uma saída para a crise no programa, que beneficia 5 mil aprendizes em todo o Estado. O MPT fará uma audiência pública após o carnaval, no dia 8, para encontrar uma saída para o fim da ação decretada unilateralmente pelo governador Ronaldo Caiado.

A suspensão do programa, com o pretexto de que é preciso fazer uma revisão do Jovem Cidadão, mobiliza parlamentares, entidades em defesa da inclusão de jovens no mercado de trabalho e autoridades, como os membros do MPT. A crise criada por Caiado é apenas mais uma manifestação do ódio do governador contra o legado dos governos do PSDB em Goiás.

Caiado e seus auxiliares, como se vê, não estão nem aí para os programas sociais e seus milhares de beneficiários. Só querem destruir tudo o que possa lembrar Marconi Perillo (PSDB).