Pergunta para Caiado: como ficam os jovens aprendizes que foram demitidos e contavam com o benefício para sobreviver?

A rede de proteção social criada em Goiás ao longo das últimas décadas – faça-se justiça, iniciada pelas gestões do MDB e melhorada e expandida na era PSDB – passa por um desmonte impiedoso no governo Ronaldo Caiado (DEM).

O alvo da vez é o Programa Jovem Cidadão, que emprega mais de 5 mil jovens em todo o Estado. Depois da crise criada pelo anúncio da extinção da ação, Caiado afirma que ela está “apenas suspensa para revisão e realização de nova licitação”.

As perguntas que os milhares de aprendizes fazem para o governador são:
1 – Como ficam os jovens que foram demitidos, contavam com o dinheiro para sobreviver e esperam, com a experiência, abrir as portas no mercado de trabalho?
2 – Para que mexer no que estava funcionando muito bem?
3 – Quanto tempo vai demorar até que o Jovem Cidadão seja restabelecido?
4 – Como será a nova seleção para os demitidos?

Com a palavra, o governador de Goiás.