Evangélico, deputado Salim diz que carnaval é “feriado nojento”: “vergonha de ser brasileiro”

O deputado estadual Cairo Salim (Pros), representante da igreja Videira, fez um discurso ultraconservador na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, com ataques ao Carnaval – que chamou de “feriado nojento”. 

“Que vergonha de ser brasileiro e assistir ao carnaval de São Paulo, que ataca a fé cristã. Eu, como parlamentar, repilo isto que aconteceu. Não admito”.