Sem ter o que fazer na cidade, Caiado vai pela terceira vez a Catalão e é recebido com frieza pelo prefeito Adib

O governador Ronaldo Caiado (DEM foi pela terceira vez em pouco 70 dias de governo a Catalão e novamente passou pela cidade com as mãos abanando.

Não levou nada, nem ao menos o anúncio do pagamento dos salários atrasados de dezembro dos servidores públicos.

Caiado deve estar com tempo de sobra. Sem ter o que fazer na cidade, desta vez ele se superou com uma agenda sem pé nem cabeça: foi participar da aula inaugural do curso e Medicina no câmpus local  da… Universidade Federal de Goiás (UFG).

Caiado foi padrasto de Catalão ao não aproveitar ninguém da cidade na sua equipe de governo. Nesta segunda-feira (11), tomou o troco e foi recebido com frieza – em alguns momentos com indiferença – pelo prefeito Adib Elias.

Adib foi expulso do MDB justamente por liderar dissidência de prefeitos que apoiou a campanha do demista para governador.

Ele dizia na cidade que tinha compromisso com Caiado de indicar dois integrantes do primeiro escalão no governo, sendo que um deles seria o presidente da Agetop, agora Goinfra. Não indicou nem porteiro de cemitério.

Também o reitor da UFG, professor Edward Madureira, não estava com cara de poucos amigos  no evento com Caiado.