Deputados massacram Alysson, que insinuou negociações pouco republicanas entre parlamentares e Enel

Depois de insinuar que os seus colegas estavam imiscuídos em negociações nada republicanas com a cúpula da Enel, sob investigação na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Alysson Lima (PRB) foi massacrado por Henrique Arantes (PTB), Diego Sorgatto (PSDB) e, principalmente, Cairo Salim (Pros), que exigiram provas para corroborar a acusação ou, caso contrário, que respeite os pares.