Mais opinião na polêmica do colégio militar de Itumbiara. Outro estudante escreve ao G24H

Mais mensagem sobre a polêmica do colégio militar de Itumbiara: “Sobre a polêmica do Colégio Militar de Itumbiara: Eu sou aluno deste colégio desde quando o comandante era o Coronel Rejanio. Eu não tenho do que reclamar da parte pedagógica do colégio, mas na outra parte eu fico meio indignado, pois fui analisar e vi as diferenças entre os dois comandos.  Fiquei me perguntando: se o Coronel Rejanio conseguia fazer obras e manutenção no colégio com R$ 55 até R$ 60 de “contribuição”, como o tenente-coronel Daniel não consegue???
Pra se ter uma ideia, eles colocaram e derrubaram  muros na escola na parte que fica em frente ao fórum da cidade. E sobre o ar condicionado estragar nas salas de aula? Eu queria pedir que o tenente coronel Daniel passe um dia no período da manhã em uma das salas ao lado do bebedouro do pátio para que ele possa ver o que a gente realmente passa no nosso dia-a-dia. Posso na ter a melhor nota da minha sala. Mas tenho o direito de reclamar desse tipo de coisa. Pra se ter noção também: à tarde foi suspenso o uso do fardamento. Enquanto de manhã não foi. Eu queria também falar sobre a mãe que defendeu o colégio que o filho dela não estudou lá desde quando era o Coronel Rejanio pra poder vir a defender o colégio ( eu não estou julgando ninguém). Mas isso é muito errado. Pois pagar R$ 70 de “contribuição”, além de termos pago R $115 reais de matrícula.
Deixo aqui meus agradecimentos a vocês do Goias24Horas e fica feito o pedido ao comandante tenente coronel Daniel. Nós, alunos, aguardamos uma resposta do senhor comandante.”