(Exclusivo) Pesquisa G24H/Instituto EPP: Magda é a mais rejeitada em Caldas Novas

Segundo a pesquisa G24H/Instituto EPP, a deputada federal Magda Mofato é a mais rejeitada em Caldas Novas ns corrida pela prefeitura da cidade. 17,3% não votariam de jeito nenhum na parlamentar. Marquinhos do Privê não teria o voto de 8,7% e o Tenente-Coronel Belelli, 5,9%. A pesquisa foi realizada nos dias 17 e 18 de agosto e ouviu 427 eleitores.

Ver mais

Urgente: comissão da Assembleia aprova projeto que proíbe ensino de ideologia de gênero

Durante reunião realizada neste momento no auditório Solon Amaral, os deputados membros da CCJ aprovaram voto em separado do deputado Bruno Peixoto (MDB) favorável ao processo nº 994/19, relativo a projeto de autoria do deputado Henrique Cesar (PSC), que dispõe sobre a proibição da ideologia de gênero nas escolas da rede pública estadual e de ensino privado em todo o Estado de Goiás.

Ver mais

MP-GO ingressa com ação civil pública por contratação irregular de escritório de advocacia em Catalão

Promotoria de Justiça de Catalão ingressou com ação civil pública (ACP) por ato de improbidade administrativa com pedido de reparação de danos contra os secretários municipais de Administração, Nelson Martins Fayad, e de Educação, Leonardo Pereira Santa Cecília, o presidente da Câmara, Velomar Gonçalves Rios, o servidor Fernando Vaz de Ulhôa, o escritório de Advocacia Thadeu Aguiar Advogados Associados e o advogado Thadeu Botêga Aguiar.

Ver mais

Gavioli sobre piso salarial dos professores: “No ano quem vem, quem sabe poderemos atender”

“Só me resta contar com a colaboração dos professores. No ano que vem teremos um novo orçamento, serão novas águas, aí quem sabe poderemos atender a todas as demandas apresentadas pela classe. Estamos finalizando o ano letivo, temos Enem pela frente. Preciso contar com a colaboração de todos”, disse a secretária de Educação de Caiado, Fátima Gavioli.

Ver mais

Tá de brincadeira: Gavioli diz que não pode atender reivindicações do Sintego e apela para que não haja greve

Ao Jornal Opção, a secretária de Educação, Fátima Gavioli, diz que é  inviável pagar o piso salarial dos professores. Gavioli clama por compreensão da classe e pede para que não paralisem suas atividades. “Só me resta contar com a colaboração dos professores. No ano que vem teremos um novo orçamento, serão novas águas, aí quem sabe […]

Ver mais

“Vai destruir a carreira (dos professores)”, diz Bia ao Diário de Goiás sobre decisão de Caiado de não pagar o piso

Governo de Goiás e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego) não chegaram a um acordo sobre as demandas da categoria em reunião realizada nesta segunda-feira (9). Os pedidos foram apresentados pela presidente da entidade, Bia de Lima, como contrapartida à aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que inclui a Universidade Estadual de Goiás (UEG) nos 25% de vinculação constitucional para a educação.

Ver mais