PT acredita em fracasso de Adriana Accorsi, diz jornal Opção

12 entre 13 petistas apostam que Adriana Accorsi terá sérias dificuldades para se reeleger deputada estadual, já que desta vez ela não terá o suporte do ex-prefeito Paulo Garcia (PT) e da poderosa máquina administrativa da prefeitura de Goiânia.

A informação foi publicada pelo Jornal Opção, que diz que o PT ambiciona eleger três representantes para a Assembleia Legislativa. As apostas são Antônio Gomide, Luis Cesar Bueno e Humberto Aidar.

Veja a nota na íntegra:

O PT avalia que terá dificuldade para eleger quatro deputados estaduais. As principais apostas são Luis Cesar Bueno, Antônio Gomide — o petismo espera que seja campeão de votos — e Humberto Aidar. Correm por fora o ex-deputado Mauro Rubem e a deputada Adriana Accorsi. “Adriana foi a mais votada do PT em 2014, mas contou com a estrutura da máquina da Prefeitura de Goiânia, então dirigida pelo petista Paulo Garcia. Agora, disputando por conta própria, com estrutura bem menor, terá dificuldade para se reeleger”, afirma um petista. “O fato é que gostaríamos que fosse, mais uma vez, uma ‘puxadora’ de votos, como acreditamos que ocorrerá com Antônio Gomide”, acrescenta.