Inferno astral: forasteira Cristiane Schimdt vira saco de pancadas no governo e pode deixar o cargo a qualquer momento

A secretária forasteira da Economia, Cristiane Schmidt, vive inferno astral no governo estadual e virou alvo de duras críticas em círculos próximos ao governador Ronaldo Caiado (DEM).

O desgaste de Schmidt decorre em grande parte do agravamento da crise financeira do Estado, especialmente devido à queda da arrecadação e à falta de caixa sequer para pagar a folha do funcionalismo.

Mas não é só isso: a secretária é criticada por ter se revelado inexperiente na gestão pública e não possuir o trânsito que alardeou junto à equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro, notadamente no que diz respeito ao ministro Paulo Guedes.

Nos bastidores do governo comenta-se que Schmidt também entrou em rota de colisão com a poderosa primeira-dama Gracinha Caiado, que teria aconselhado o governador a demiti-la para evitar que o estrago na Secretaria da Economia aumente ainda mais.

O calote no pagamento das dívidas contraídas pelo Estado pode ser a gota d’água para que a secretária forasteira receba a passagem de volta para o Rio de Janeiro.