Ação cobra que Saneago garanta a qualidade da água em Crixás

O Ministério Público de Goiás propôs ação civil pública contra a Saneago requerendo, em caráter de urgência, a realização do procedimento de limpeza (desincrustação) de todo o sistema de tratamento e abastecimento de água do município de Crixás. Caso este procedimento seja insuficiente é requerida a substituição de toda a tubulação e demais aparelhos do sistema de tratamento e abastecimento de água do município.

Os pedidos, feitos na ação pelo promotor Caio Affonso Bizon, visam garantir que a água fornecida pela Saneago esteja própria para o consumo da população. Ao relatar os fatos que ensejaram a propositura, ele esclarece que vários moradores apresentaram à promotoria local queixas quanto à qualidade da água, que, em alguns dias, chegava totalmente turva às torneiras das casas. Apesar de moradores de vários bairros terem apresentado a mesma reclamação, a situação é especialmente grave no Setor Pedro Machado.

Assim, após a propositura da ação, a Saneago solicitou reunião com o promotor de Justiça nesta segunda-feira (13/5) para apresentar providências que visam à solução dos problemas existentes. De acordo com integrantes das equipes Operacional e de Controle de Qualidade da Saneago, foi iniciado um pregão para a aquisição do desincrustante (produto para limpeza da tubulação), o qual deverá ser aplicado no Setor Pedro Machado no prazo de 60 dias.

Além disso, informaram que, no mesmo prazo, será feita a instalação de descargas em todas as pontas de rede (final do encanamento) do Setor Pedro Machado, o que será replicado, posteriormente, nos demais setores da cidade. O cumprimento destas medidas será acompanhado pelo promotor, assim como das medidas liminares eventualmente impostas à Saneago. (Texto: Cristina Rosa / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)