Em último suspiro, Eduardo Machado tenta arrumar boquinha no governo Caiado

O G24H mostrou em 5 de outubro de 2018 que o enroladíssimo
ex-presidente do PHS Eduardo Machado, alvo de mais de uma dúzia de
denúncias de corrupção, mantinha ativa a  investida pra tomar de volta
o comando do partido.
Eduardo trocou o partido por um emprego, uma boquinha. Apesar de
entregar o PHS a Daniel Vilela (em um acordo obscuro com Henrique
Meirelles), Machado que já tinha tentado uma vaga no governo Bolsonaro
(descobriram a reunião dele com Fernando Haddad em Salvador, na
véspera do primeiro turno), tenta desesperadamente salvar um
contracheque. Seja onde for.

Recentemente o Ministério Público Federal rejeitou a incorporação do
PHS ao Podemos. Agora, Eduardo Machado tenta, no último suspiro, uma
vaga nos conselhos do Governo de Caiado.

Aliás, Caiado tem tornado agências, vice-presidências e conselhos do
estado em cemitério político para pequenos “vendedores do balcão” que
foi a eleição em 2018.