Caiadismo parte para o ataque, não perdoa nem aliados e bate no presidente da Fieg, Sandro Mabel, que já colocou a entidade de joelhos pro governo

O presidente da Fieg, Sandro Mabel, é alvo de ataques neste sábado no Diário da Manhã.

O empresário Mabel é acusado de ser clone do dirigente classista Mabel, que defende privilégios de indústrias ricos e quer anexação de Goiás como território de São Paulo.

Apesar de frouxo e agachado na Fieg, as críticas tímidas de Mabel aos cortes de incentivos fiscais não deveriam, mas estão incomodando o governador Ronaldo Caiado (DEM).