Jucá encerra conversa com Luiz do Carmo e dissidentes do MDB: “Não haverá intervenção no partido em Goiás”

Mais uma vitória de Daniel Vilela.

O presidente nacional do MDB, Romero Jucá, deu banho água gelada no senador Luiz do Carmo e os dissidentes expulsos do partido por infidelidade, à frente os prefeitos  Adib Elias (Catalão) e Paulo do Vale (Rio Verde).

De acordo com a coluna Giro, Jucá sinalizou o que já se sabia: ele não despachará pedidos de intervenção em diretórios estaduais, justificando que não faz sentido tomar decisões deste tipo no final do seu mandato na executiva nacional do MDB.

Ou seja, expulsos foram, expulsos continuarão os dissidentes que apoiaram Caiado na campanha eleitoral.