Jornal Opção: deputado federal declara guerra contra Fátima Gavioli

O deputado federal José Nelto, líder do Podemos na Câmara dos Deputados, afirma que suas relações com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), são positivas, mas o mesmo não prevalece em relação à secretária de Educação Fátima Gavioli, que demitiu o superintende executivo da pasta, Manoel Barbosa, que é ligado ao parlamentar.

Nelto, segundo o Jornal Opção, chama Gavioli de “Polyana de Rondônia” (numa referência a Polyana, a personagem dos livros de Eleanor H. Porter). “Manoel Barbosa foi indicado para o cargo de superintendente da Educação pela primeira-dama Gracinha Caiado. Embora seja meu aliado político, porque pertence ao Podemos, não foi indicado por mim para ocupar cargo no governo.”

Ele afirma que Manoel Barbosa foi demitido porque “Fátima Gavioli tem inveja de sua desenvoltura política e de seu relacionamento agregador com professores e diretores. Manoel é competente e sério. A gota d’água para sua queda foi a indicação para o Conselho Estadual de Educação. Mais uma vez, não foi indicação minha. Polyana de Rondônia ficou com ciúme e pediu sua cabeça, dizendo ao governador ‘ou eu ou ele’”.

“Não coloco os pés na Secretaria da Educação enquanto a Polyana de Rondônia estiver mandando lá, como se fosse uma rainha, e não uma secretária. Fátima Gavioli é dissimulada e a cúpula do governo não percebe que não tem estatura para gerir uma pasta tão importante. Não ficarei surpreso se os índices da educação piorarem nos próximos anos”, critica José Nelto.