Em artigo, deputado Cláudio Meirelles diz que a UEG corre risco de fechar

O  deputado Cláudio Meirelles escreve ao artigo que a UEG corre risco de fechar. Veja:
UEG AMEAÇADA DE FECHAR
A Constituição Federal exige que os estados e municípios apliquem 25% de suas receitas na Educação. Em Goiás, a Constituição Estadual segue o que determina a federal e acrescentou mais 2% para ser aplicado somente na UEG. Assim, Goiás aplica 27% .
Os 2% que são aplicados somente para a UEG inicialmente eram satisfatórios para a nossa universidade estadual. Os governos anteriores foram ampliando as unidades da UEG levando a várias regiões do estado, beneficiando principalmente as cidades polos de cada região. Assim foram dando oportunidades às pessoas do interior do estado a cursar nível superior próximo de suas moradias e local de trabalho.
Com a ampliação das unidades da UEG, a verba de 2% foi ficando cada vez mais apertada para atender as necessidades de todas as unidades da universidade estadual.
Agora, o governador Ronaldo Caiado anuncia que vai retirar a verba de 2% constitucional exclusiva da UEG, através de um Projeto de Emenda Constitucional (PEC).
A nossa universidade já passa por dificuldades financeiras. Tirando os 2%, corre grande risco do governo fechar várias unidades da UEG.
Ora, minha gente, com os 25%  aplicados na Educação o governo estadual não reforma as escolas, não constrói quadras poliesportivas, não repassa dinheiro para a manutenção dessas escolas e agora quer incluir a UEG dentro desses 25% ? Isso significa que a UEG daqui a alguns dias não terá dinheiro nem para comprar um papel chamex.
Minha gente de Goiás, não podemos deixar Caiado acabar com a UEG.
Prefeitos, vereadores, lideranças, estudantes, comunidade se mobilizem!
Venham à Assembleia Legislativa e diga NÃO a PEC do governador Ronaldo Caiado.

Deputado Cláudio Meirelles