Caiado e Iris não cumprem decisão judicial de conseguir UTI para criança

Caiado  e Iris não cumprem decisão judicial de conseguir UTI para criança. A decisão liminar foi tomada no último dia 15 de junho, pelo juiz Salomão Afiune, após pedido do Ministério Público de Goiás. No documento, o magistrado determina que a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, que é a responsável pela Central de Regulação, transfira a bebê imediatamente para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital da Criança.

Em nota, a secretaria municipal de Saúde informou que está na busca pela vaga que atenda a paciente e que, assim que a vaga for disponibilizada, a paciente será encaminhada.