Enquanto Caiado continua no chororô, governador do DF recebe consórcio chinês interessado na privatização do Metrô de Brasília

O governador Ibaneis Rocha recebeu, na manhã desta terça-feira (25), uma comitiva de um consórcio chinês interessado em executar o projeto de concessão da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF). As empresas são parte dos 13 grupos que entregaram a documentação para participar do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para levar à estatal uma Parceria Público-Privada. Agora o Governo do Distrito Federal analisará e definirá os habilitados a participar do processo. A estimativa é que uma licitação seja lançada até o fim de 2020.

“A deliberação de privatização do Metrô não estava prevista no plano inicial de governo. Mas, ao assumirmos e analisarmos com responsabilidade a situação, constatamos que não há recursos para recuperá-lo e entregá-lo como a população merece”, afirmou o governador ao abrir a reunião. “Estamos na capital da República com um Metrô de mais de 20 anos que não passou por nenhum trabalho de modernização. Hoje, ele passa por canibalização dos trens, linhas sem manutenção adequada”, continuou.