Presidente da Comigo mostra coragem e aponta a Otavinho Lage e Mabel como deve atuar um líder classista

O presidente da Comigo, Antônio Chavaglia, quebrou o silêncio sobre o clima de incerteza que vive a economia goiana com as ameaças caiadistas de cortes nos incentivos fiscais. ele mostrou coragem ao confrontar-se com Caiado, um antigo aliado. Chavaglia alertou que hoje ninguém quer fazer investimento no estado.
Uma lição de como se comportar-se diante da covardia e peleguismo de Otavinho Lage, Adial, e Sandro Mabel, Fieg, que em 10 meses da Era Caiado não tiveram peito para colocar de forma direta as angústias do empresariado.
Será que agora eles vão aprender?