Farra com dinheiro público: Caiado abre crédito de 1,5 milhão para gastar com mordomias no Palácio das Esmeraldas

Ao mesmo tempo que reclama da falta de dinheiro para pagar servidores públicos em dia e manter programas sociais, Caiado torra dinheiro público em mordomias no Palácio das Esmeraldas. Está publicado no Diário Oficial desta segunda-feira a abertura de crédito suplementar no valor de R$ 1,5 milhão para ser gasto com manutenção e conservação do Palácio das Esmeraldas.
O discurso  não combina com a prática caiadista.