Diretor da Codego Cesmar Moura é denunciado, de novo, por ocupar o cargo irregularmente

Advogado e ex-coordenador geral União Democrática Ruralista (UDR), o diretor Técnico da Codego, Cesmar Moura, já foi denunciado por não poder ocupar cargo por não possuir formação profissional exigida pelo Crea para área de engenharia.

Agora, chega outra denúncia contra Cesmar Moura ao G24H. Ele estaria cometendo ato de improbidade e crimes de peculato e falso testemunho ao não declarar possui impedimentos legais para assumir a Diretoria Técnica da Codego.

Leia a íntegra da denúncia encaminha ao G24H:

O advogado e ex-coordenador geral União Democrática Ruralista (UDR), Cesmar Moura, está cometendo crime ao  ocupar o cargo de diretor Técnico da Codeg, pois ele é pai de César Augusto Sotkeviciene Moura, SUBSECRETÁRIO DE FOMENTO E COMPETITIVIDADE da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços do Estado de Goiás, que tem a Codego como jurisdicionada.

De acordo com o Decreto Estadual 9.402 de 07/02/2019, Art. 7º, I,  é vedada a indicação, para o Conselho de Administração e para a Diretoria: I – de representantes do órgão a que se jurisdiciona a empresa pública ou sociedade de economia mista ou da autoridade da regulação correspondente, bem como os seus parentes consanguíneos ou afins, até o 3º (terceiro) grau;

Cesmar Moura, comete crime de PECULATO, IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA E FALSO TESTEMUNHO  ao declarar não possuir impedimentos legais para ocupar o cargo na Codego.

O Ministério Público já foi acionado.