Com o prefeito Gustavo Mendanha, frentes de pavimentação asfáltica contemplam oito bairros de Aparecida

Com apenas 30% da cidade aguardando o asfalto, a Prefeitura de Aparecida trabalha para zerar essa porcentagem e fazer com que o município seja completamente pavimentado, promovendo maior desenvolvimento urbano e social. Atualmente as frentes de serviços de pavimentação estão em oito bairros do município, como setor Retiro do Bosque, Jardim Miramar, Jardim Buriti Sereno,  Rio Vermelho, Pontal Sul, Solar Central Park, Bandeirantes e Bairro Independência.

Começaram na próxima segunda-feira, 15, as obras de pavimentação do complemento das ruas do Bairro Independência. De acordo com a Secretaria de Infraestrutura, serão pavimentadas 27.144m² de 29 ruas, além da implantação de 2.388m² de galeria pluvial, 8.000m² de meio fio, 11.469m² de calçada e construção de um bueiro de concreto com 20 metros de comprimento entre os Bairros Independência Mansões e Jardim Riviera.  O recurso para as obras é de R$ 4,2 milhões, provenientes de emenda parlamentar destinada em 2018 pela então senadora Lúcia Vânia.

Já o setor Bandeirantes está recendo a segunda etapa de pavimentação das ruas. No total são 16 vias contempladas totalizando 35 mil metros quadrados de asfalto. “Esse asfalto foi uma benção na minha vida, porque antes minha porta quando chovia ficava uma lagoa e na seca era aquela poeira e muito buraco, agora é só alegria e asfaltando esse outro ladro do setor vai ser mais fácil até pra chegar na GO-040, estou achando ótimo uma maravilha”, comentou uma das moradoras Maria Aparecida.

Nos setores Retiro do Bosque e Jardim Miramar a primeira etapa contempla 44 mil m² de asfalto, 1,8 mil metros de galerias pluviais e outros 19 mil metros lineares de meio-fio, serão construídos atendendo 23 ruas. A segunda etapa de pavimentação está em processo de licitação. Nela, serão executados 11 mil m² de asfalto com meio-fio e calçada, 3,4 mil metros de galerias pluviais, contemplando 18 ruas. Os projetos para finalização da pavimentação nos dois setores serão licitados no ano que vem, onde serão investidos mais R$ 10 milhões.