EXCLUSIVO Comando geral do Corpo de Bombeiros Militar atribui gratificação de função a oficiais investigados pelo Ministério Público

Não bastasse grave tentativa de ludibriar o governador Ronaldo Caiado durante o processo de promoção de oficiais do Corpo de Bombeiros Militar, quando, segundo informações que circulam abertamente entre os membros da instituição, foram incluídos nomes de bombeiros investigados pelo Ministério Público, cuja relação gerou gerou atritos entre comandante geral da Corporação, coronel Dewislon Adelino Mateus, e a primeira-dama Gracinha Caiado.

Agora, o comandante geral acaba de atribuir gratificação função comissionada do Poder Executivo exatamente aos oficiais preteridos pelo governador do estado. É o que revela a Portaria n. 279/2019 – CBM assinada pelo comandante geral e obtida com exclusividade pelo G24H.

 

Funções gratificadas devem ser atribuídas segundo critérios de mérito, mas no Corpo de Bombeiros de Goiás prevalece o apadrinhamento e o favorecimento, tudo que o governador Ronaldo Caiado diz condenar. Daí surge perguntas que não querem calar: por que o comandante geral protege essas pessoas e por que Caiado mantém no comando geral um coronel que é rejeitado pela tropa?

Leia a íntegra da portaria e os nomes de quem que passa a receber gratificação de função no Corpo de Bombeiros:

SEI_GOVERNADORIA – 8221411 – Portaria