AD

Caiado não quer pagar repasses atrasados da Saúde e MP recorre

Com repasses do Fundo Estadual de Saúde (FES) atrasados pelo Estado de Goiás, o Ministério Público de Goiás (MPGO) entrou com recurso contra uma decisão do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás contrária a ação do Órgão. O recurso solicita o pagamento de recursos do Estado para a saúde do Estado, referentes à gestão de Marconi Perillo e José Eliton, ambos do PSDB. A solicitação também pede que a Pasta crie um cronograma para o pagamento dos 246 municípios goianos, que estão com 13 parcelas atrasadas e somam R$ 145 milhões. O recurso do MPGO visa garantir a regularização dos repasses do duodécimo do FES, informa o jornal O Hoje.