Enel é condenada a indenizar R$ 30 mil a noiva por falta de energia em casamento

A Enel foi condenada a pagar R$ 30 mil de indenização por danos morais a uma noiva. A decisão foi dada pelo juiz Vôlnei Silva Fraissat, da comarca de Jussara, devido a falta de energia durante a cerimônia do casamento, o que causou transtornos e atraso de quase duas horas na programação.

De acordo com a sentença, o juiz entendeu que a conduta adotada pela empresa diante a falta de energia configura ato ilícito. O processo destaca que, no dia 24 de outubro de 2015, houve várias falhas de energia na cidade de Santa Fé de Goiás. As oscilações no fornecimento teriam tido início por volta das 14 horas e se estenderam até às 21h50.