Setor sucroalcooleiro faturou R$ 43 bilhões em cinco anos aproveitando-se dos incentivos fiscais com TARE’s e ICMS outorgado

Relator da CPI dos Incentivos Fiscais, o deputado Humberto Aidar (MDB) revelou na tribuna da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (21) que as empresas sucroalcooleiros faturaram mais de R$ 43 bilhões nos últimos cinco anos em Goiás.

De acordo com Aidar, o faturamento bilionário decorreu das facilidades permitidas pelos incentivos fiscais, novamente no que diz respeito às Tare’s e ao ICMS outorgado.