Tempo real: com governo paralisado, Caiado volta a atacar gestões passadas sem apresentar uma prova, como num palanque eleitoral

Caiado mantém a estratégia de tentar desviar a atenção da sociedade para a paralisia e incompetência do governo. Há pouco, em Luziânia, o governador atacou de novo, como registrou a jornalista Cileide Alves na sua conta  no Twitter.

Segundo Cileide, Caiado disse o seguinte:

1. Goiás ficou nas mãos de uma quadrilha que escolhia qm ia receber incentivos fiscais;

2. A política mudou em Goiás. A política agora é fazer com o que o dinheiro chegue na melhoria da qualidade de vida;

3. A Saneago foi usada por uma quadrilha para assaltar o Estado de Goiás.

Com das vezes anteriores, Caiado não apresentou sequer uma prova de suas acusações.

Ou seja, a ladainha continua a mesma e ele não desce do palanque eleitoral.