Urgente: ao ser cobrado em protesto na Praça Cívica, Caiado perde o equilíbrio, baixa o nível e chama manifestante de ‘corno e viado’

O governador Ronaldo Caiado (DEM) até que resistiu ao protestos de agentes culturais que cobravam a volta do Fundo de Apoio à Cultura e da Lei Goyazes, mas acabou perdendo as estribeiras.

Com o dedo em riste e com sorriso cínico no rosto, Caiado fez gestos obscenos e chamou um manifestante de “corno e viado”, segundo relatos do grupo ao G24H.

Pegou mal para o governador, que mais uma vez demonstrou falta de equilíbrio para enfrentar o contraditório e aceitar o convívio  democrático.