Acidente com helicóptero matou o jogador Fernandão em 2014

A trágica queda do helicóptero prefixo PR-APN no Lago das Brisas  é segunda registrada em Goiás por imprudência nos últimos cinco anos.

Em 2014, outra queda vitimou o ex-jogador e ídolo do futebol, Fernando Lúcio da Costa, o Fernandão, que na época tinha 36 anos.

Um helicóptero Esquilo, com capacidade para cinco pessoas, caiu com Fernandão numa praia nas proximidades de Aruanã.

O acidente ocorreu por volta de 1h30min da madrugada e a perícia aponto imprudência do piloto.

Quatro pessoas morreram no acidente: o piloto, coronel da Polícia Militar Milton Ananias, Lindomar Mendes Vieira, Antônio de Pádua e Edmilson de Souza.