Fracassa estratégia da Adial: diretor não convence deputados em depoimento da CPI dos Incentivos Fiscais

O depoimento do diretor-executivo da Adial, Edwal Portilho, o Chequinho, foi considerado pífio pelos deputados da CPI dos Incentivos Fiscais.

Os parlamentares avaliaram que ele repetiu a mesma ladainha do presidente do Sifaeg, André Rocha, e não conseguiu sequer apresentar uma informação que mude o convencimento da comissão sobre as isenções de impostos.

“Vir aqui e vomitar uma montanha de números não resolve”, diz um integrante da comissão. “Esse pessoal trata os deputados como bobos”, acrescenta.

O fato é que a situação da Adial na CPI está cada vez pior.