Arranca-rabo: deputados-delegados fazem ameaça e trocam pesados insultos no plenário da Assembleia para demarcar território político

Não convidem os deputados Delegado Humberto Teófilo (PSL) e o Delegado Eduardo do Prado (PV) para o mesmo microfone, sob pena dos dois saírem no tapa.

Teófilo e Prado são duas figuras bizarras e truculentas, acreditam que a Assembleia Legislativa é uma imensa delegacia de polícia de ponta de rua.

Na última quinta-feira, os dois tiveram um arranca-rabo no plenário da Casa e quase foram às vias de fato, com troca pesada de insultos e palavras de baixo calão.

Eles teriam se desentendido por conta da demarcação de território político na área da segurança pública.

Quem viu a baixaria, garante: perto deles, o deputado do chapéu é coroinha de igreja.