Justiça determina prisão preventiva de aluno acusado de matar professor em Águas Lindas

A Justiça de Goiás determinou a prisão preventiva de Anderson da Silva Leite Monteiro, 18 anos, acusado de assassinar a facas Bruno Pires de Oliveira, 41, professor do Colégio Estadual Machado de Assis (Cema), em Águas Lindas de Goiás. Neste sábado (31/8), a juíza plantonista de Padre Bernardo (GO), Luciana Vidal Pellegrino Kredens, considerou que que a decisão vale como mandado de prisão.
A representação foi feita pelo delegado-titular do Grupo de Investigação de Homicídio (GIH), Cleber Martins (foto), a frente do caso. O Ministério Público de Goiás também se manifestou pelo deferimento da medida. Como o período de flagrante se encerrou, o receio dos investigadores era de o suspeito se apresentar e não ficar preso. Mas, com a decisão, ele permanecerá até o andamento do processo.(Correio Brazilense)