Assassino de professor foi capturado na chácara do avô, no povoado de Cana Brava

Segundo o Correio Braziliense, “Anderson Grandão foi capturado no povoado de Cana Brava, na chácara do avô. O jovem teria seguido para Nova Roma na companhia de um tio, que o levou de carro, segundo um dos policiais que comandou a operação. De acordo com a PMGO, o parente pode ser responsabilizado por facilitar a fuga”.

O Correio relata também que “por meio de nota, a corporação informou que os policiais encontraram o jovem durante uma operação especial em cumprimento de determinação do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). Durante a prisão, o suspeito afirmou aos militares que jogou a faca usada para matar o professor no lote em frente ao Cema. O objeto havia sido apreendido pela Polícia Civil no mesmo local. O jovem também confessou ter fugido para escapar do flagrante”.

Comandante da prisão, o capitão Fabiano Borba explicou ao Correio que “o jovem chegou em Nova Roma durante a madrugada de sábado (31/8). “Antes, ele tinha ficado em Águas Lindas de Goiás, na casa do tio que o trouxe para cá”, explicou. O delegado-titular do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), Cleber Junio Martins, viaja até Posse para buscar o acusado e levá-lo de volta a Águas Lindas”.