Estudante revela que matou professor em Águas Lindas porque foi chamado de ‘vacilão’ ‘e ‘otário’

O estudante Anderson da Silva Leite Monteiro, de 18 anos, revelou que matou o professor dentro do Colégio Machado de Assis, em Águas Lindas, porque foi chamado por ele de “vacilão” e “otário”.

“Eu não queria matar, mas ele me chamou de vacilão e otário”, disse em depoimento à polícia.