Leda Borges explica porque PEC do desmonte da Educação, proposta por Caiado, é inconstitucional. Veja

A deputada estadual Lêda Borges (PSDB) deu uma explicação perfeita sobre a inconstitucionalidade do projeto do governador Ronaldo Caiado (DEM) que reduz de 27% para 25% o percentual que o Estado deve investir em educação básica somada à Universidade Estadual de Goiás (UEG). Lêda afirma que a PEC ocasionará em redução do investimento na Educação básica, o que definido pela Constituição Federal como prioridade absoluta dos Estados. Por isso, é ilegal.