Não é só o Fica; Caiado e Edival Lourenço acabaram com o Tempo e o Canto da Primavera

O desmonte da cultura em Goiás é algo impressionante. Caiado e o secretário de Cultura, Edival Lourenço, já são os coveiros do Fica, mas a ação dos dois vai mais longe. Dois outros festivais importantes e já consolidados não terão sequência este ano. Trata-se do Canto da Primavera, realizado em Pirenópolis há 19 anos, e o Tenpo, em Porangatu.
Caiado e Edival não querem deixar pedra sobre pedra na área.