Um dia após aderir ao governo Caiado, coronel Adailton murcha e troca postura crítica por pedidos de homenagens

Esqueça aquele Coronel Adailton (PP) que mantinha uma postura firme e critica na Assembleia. Um dia depois de aderir ao governo Caiado – e de carimbar sua adesão com voto a favor da PEC que tirou R$ 500 milhões da Educação, Adailton apareceu murcho em plenário nesta quarta-feira. Apresentou projeto em que pede para conceder medalhas para uns apaniguados e voltou para o seu canto.