Em artigo no DM, escritora reclama da péssima qualidade do asfalto de Goiânia

A escritora Selma Arau escreveu artigo no Diário da Manhã para reclamar o péssimo asfalto das ruas de Goiânia.

Leia o artigo abaixo:
“Nossa, o asfalto da sua cidade é horrível!” No caso, Goiânia!

Goiânia é uma cidade com excelente qualidade de vida, pessoas hospitaleiras, comidas deliciosas que competem cada vez mais com a não menos saborosa comida mineira além de outra disputa, agora não no estômago, quando a pessoa nasceu em Minas Gerais mas mora aqui expressa isso na famosa frase: ‘mineiro de nascimento e goiano de coração’.

Tem musicalidade sertaneja para todos os gostos, sem nos esquecermos de que o ‘goianês’ já é uma língua admirada em outras capitais do país, e, a isso não se resume, e quem conhece a Banda Pedra Letícia, as companhias de teatro e algumas festas de repercussão internacional sabe disso.

Vários outros aspectos positivos encantam os visitantes e faz as vezes na hora de um goianiense de nascimento, ou de coração, expressar o seu orgulho quando lhes perguntam sobre o que é que Goiânia tem?

Mas, a menina dos olhos do Centro Oeste está mal cuidada e a pavimentação asfáltica é vergonhosa, impossível andar continuamente em um carro sem qualquer trepidação, bacada ou solavanco!

Os taxistas sofrem muito com isso pelo fato de já integrar a rotina dos motoristas a troca de peças nos veículos cujos estragos são produzidos pelo embate do carro no asfalto disforme.

A impressão que se tem é de total ausência de projeto criterioso a ser desenvolvido em etapas com vistas a retirar toda a crosta que, ao longo dos anos, receberam emendas por várias administrações, uma após outra lançaram porções de piches localizadas sem uma preocupação em uniformizar, alisar, dar forma às ruas e avenidas da cidade, pelo significado de um lugar agradável fazer parte também da qualidade de vida.

Costuma-se dizer que entre irmãos os xingamentos, botar defeito e falar mal é permitido, mas ai de um estranho que tentar fazer o mesmo contra um deles!

Com a cidade da gente é a mesma coisa, apontamos os problemas em busca de soluções e ai daquele que falar mal dela!

Contudo, como Goiânia é linda e os visitantes, no goianês, ‘gamam’, logo, viram irmãos, daí, infelizmente, não pude-me aborrecer com uma delas, recém apaixonada, ao afirmar que o asfalto da ‘sua cidade está horrível’. E está mesmo! Em sede de projetos, quando virão as melhorias para o piso da ‘nossa casa’?

(Selma Arau, escritora; site: selmaarau.com; Twitter: @selmaarau)