Puxão de orelha: Caiado avisa secretários forasteiros que viagens agora só depois de autorizadas por ele

O governador Ronaldo Caiado acabou com a farra dos secretários forasteiros, que viajavam para os seus estados na quinta-feira e só voltavam na terça-feira.

Caiado monitorou os ocupantes dos cargos de primeiro escalão e constatou que muitos deles têm deixado a desejar na respectivas pastas.

O governador reclama que está faltando empenho e mais presença no governo.

Daí, soa como puxão de orelha o envio de ofício circular com a determinação de que toda e qualquer viagem deve ser comunicada previamente.

Os alvos principais da irritação de Caiado são os secretários forasteiros da Segurança Pública, Saúde, Economia e Educação. O presidente da Saneago também está na lista.