Pampinha é processado por suplente de vereador por piada de mau gosto contra políticos

Uma piada (sem graça e de mau gosto) publicada pelo colunista Luiz Augusto Pampinha, que escreve na última página do Diário da Manhã, acabou dando origem a um processo judicial – contra o próprio Pampinha.

A piada refere-se a um diálogo. Um menino diz para outro: “Meu pai já foi traficante, sequestrador e assaltante de banco”. E o outro responde: “Grande coisa. O meu já foi vereador, deputado, prefeito e governador”.

Um suplente de vereador de Luziânia, chamado Rubens Soares Filho, sentiu-se atingido pela piada e propôs uma ação de indenização por danos morais contra Pampinha, pedindo R$ 20 mil de compensação pela “ofensa”.

A piada foi publicada por Pampinha na coluna que mantém no semanário O Repórter, do empresário José Cesário, que circula no Entorno de Brasília.

Por enquanto, o processo está em fase de citação.