CPI dos Incentivos Fiscais: Pif Paf usou dinheiro do crédito outorgado de ICMS para pagar conta de energia elétrica na antiga Celg

O absurdos da concessão de benefícios fiscais às grandes empresas em Goiás não param de vir à tona na CPI dos Incentivos Fiscais.

Ficou-se sabendo agora que a empresa de alimentos congelados Pif Paf usou crédito-moeda outorgado de ICMS no valor de R$ 16 milhões para pagar conta de energia elétrica do grupo em Goiás com a antiga Celg.

O dinheiro deveria ter sido utilizado para para construção da planta do grupo em Palmeiras de Goiás, mas foi torrado em contas de luz.