Lissauer sobre decisão do STF: ” Não existe um “plano B. O único plano é demitir”

Segundo o jornalista Rubens Salomão, o presidente da Assembleia diz e é impossível cumprir em um curto prazo de tempo a decisão do STF derrubou as Emendas Constitucionais 54 e 55, aprovadas em 2017 pela Assembleia Legislativa e obriga os órgãos a incluírem nos gastos com folha as despesas com pensionistas e imposto de renda. A soma os faria descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Lissauer ressaltou que não tem mais de uma opção e que não existe um “plano B”. “O único plano é demitir”, revelou. “Nós não podemos ficar na informalidade, a decisão judicial tem que ser cumprida”, completou. Ele ressaltou as consequências de cumprir a decisão. “Serão milhares de servidores demitidos, isso causa um transtorno muito grande para o Estado”, avaliou. “Nós teremos ainda, a questão dos serviços públicos essenciais que serão prejudicados, não só no Judiciário, aqui na Assembleia, mas também no Executivo. Então isso é impossível de ser cumprido num curto espaço de tempo”.