Sintego: Caiado exige resultado bom das escolas no Ideb, mas não paga piso, data-base e nem progressões aos professores

Em material gráfico que circula nas redes sociais, o Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintego) critica a incoerência do governador Ronaldo Caiado: ao mesmo tempo em que ele exige bom desempenho das escolhas públicas no SAEB (avaliação que serve de base para o Ideb), ele enrola há nove meses para pagar o piso salarial dos professores, não cumpre a data-base e não paga as progressões salariais. Ao fim, o Sintego pergunta: “será que o governo está mesmo preocupado com a Educação?”.