Arrocha Goiás! Caiado arrochou tanto que sufocou servidores e o próprio governo

O principal slogan da campanha de Ronaldo Caiado foi o famigerado “Arrocha Goiás”. Na boca dele, sempre significou colocar as coisas em ordem, com muita moralidade e corrigir tudo de errado que poderia existir nos quatro cantos de Goiás. Conhecido pelo temperamento forte, Caiado passou do ponto na hora de arrochar e está sufocando os servidores estaduais e seu próprio governo, que não consegue deslanchar e apresentar um projeto de administração para a sociedade.

Nas redes sociais, circula mensagem de greve na PM e demais forças de Segurança

O blog não conseguiu apurar a veracidade da mensagem, mas o fato é que o clima está muito ruim. “A Polícia Militar e demais forças de segurança pública de Goiás informam a todos que a partir de hoje, deflagram a paralisação passiva dos seus trabalhos. O motivo é o pouco caso do Governador Ronaldo Caiado, que acaba de informar de forma grosseira, através de sua secretária da Fazenda que NÃO irá pagar o salário atrasado dos servidores”, diz o texto.

Caiado desmoraliza supersecretária e ordena que Roller conduza a reunião com as entidades de servidores

O governador Ronaldo Caiado (DEM) passou um baita desautorizo em sua supersecretária de Economia, Cristiane Schmidt. Ele determinou que o secretário de Governo, Ernesto Roller (MDB), assumisse o comando da reunião desta noite (17) com os representantes das entidades de servidores para discutir uma saída para o calote da folha de dezembro.

Agetop tem o 3º presidente em menos de um mês. Depois dos primos de Caiado, secretária passa a responder pelo órgão

Em 17 dias, a Agetop teve três presidentes. O primeiro foi Aderbal Ramos Caiado, primo do governador. Caiu logo e Enio Caiado, também primo do governador, foi anunciado. Agora, o Diário Oficial publica decreto delegando à secretária da Secima, Andrea Vulcanis responder legalmente pelo órgão.

Exclusivo: sindicatos perderam a paciência com Caiado e querem salário de dezembro no máximo em 2 parcelas e pago até o fim de fevereiro

A reunião desta noite entre governo e sindicatos terminou sem acordo e uma outra está marcada para esta sexta-feira, às 14h, na Sefaz. O 24Horas apurou que as lideranças sindicais e de associações estão irritadas com Caiado e irredutíveis. Aceitam, no máximo, o parcelamento do salário de dezembro em duas vezes e totalmente quitado até o final de fevereiro.

Sem a presença de Caiado, reunião de Roller com sindicatos termina sem acordo

Terminou sem acordo a reunião de agora à noite entre servidores, sindicatos e associações com o secretário de Governo, Ernesto Roller. O governador Caiado não compareceu, o que irritou ainda mais os servidores. O governo quer pagar dezembro de forma escalonada e em mais de 5 parcelas. Os sindicatos não aceitam: querem em duas parcelas e no máximo até 10 de fevereiro.

Desrespeito: servidor quer saber do salário de dezembro e Caiado aparece nas redes falando em ferrovia

Enquanto servidores, sindicatos e Ernesto Roller discutiam a possibilidade de pagar dezembro, o governador Ronaldo Caiado preferiu ir para suas redes sociais falar de um encontro que teve com o ministro da Infraestrutura. Caiado ficou falando de ferrovia. A essa altura do campeonato, o servidor não quer saber de trem, mas, sim, de dinheiro na conta.

Secretário de Desenvolvimento Social de Caiado, Marcos Cabral é acusado de fraude e emissão de notas frias quando era prefeito

O Ministério Público de Goiás está acionando na Justiça o secretário de Desenvolvimento Social de Ronaldo Caiado (DEM), Marcos Ferreira Cabral, a ressarcir os cofres públicos de Santa Terezinha de Goiás de pagamento fraudulento feito por meio da emissão de notas fiscais frias. As irregularidades, segundo o MP, foram cometidas quando Cabral era prefeito do município. Ele renunciou ao cargo para assumir a pasta na administração estadual.

Exclusivo: Caiado pode refluir da indicação do primo Enio para comando da Agetop

A nomeação de Enio ainda não foi publicada e, estranhamente, o suplemento do Diário Oficial do Estado (DOE) de 11 de janeiro delegou à titular da Secima (Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos), Andrea Vulcanis, a competência de responder oficialmente pela Agetop até que o presidente da agência seja nomeado.

Enredo para Hollywood: eleito para governar, Caiado fica paralisado à espera de um milagre de Brasília

Empossado há 17 dias, o governador Ronaldo Caiado (DEM) se mantém inerte às sucessivas crises que assolam sua administração. Eleito para comandar a nova gestão, ele segue à espera de um milagre de Brasília, conforme aponta a insistência dele e da supersecretária da Economia, Cristiane Schmidt, em decretar na marra no Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

Fim do Passe Livre? Impaciente, Roller é ríspido ao falar do programa ao vivo

O secretário de Governo, Ernesto Roller, estava nervoso e foi ríspido ao responder perguntas de usuários do Passe Livre, durante sua participação no Jornal Anhanguera. O ex-prefeito fez caras e bocas ao comentar o recadastramento do programa por parte dos beneficiários.

Fapeg paralisada: Caiado até hoje não nomeou presidente e diretor da Fundação

Estudantes dos programas de pós-graduação da Fapeg estão desesperados porque a Fundação está totalmente paralisada neste começo de governo Caiado. O governador ainda não nomeou presidente e diretor para a Fapeg, assim os estudantes não conseguem receber o dinheiro das bolsas, assim como os professores.

Governo que não deslancha: supersecretária agora implora para que Goiás seja enquadrado no RRF

O governo Caiado não consegue deslanchar e sair da agenda negativa. Nesta manhã, a supersecretária Cristiane Schmidt deu entrevista coletiva para meio que implorar ao governo federal a entrada de Goiás no Regime de Recuperação Fiscal. O Estado tem nota “C”, conforme mostrou relatório da STN, e assim não se encaixa no programa.

Encorpado politicamente, Daniel dribla adversários e caminha para impor derrota histórica à dissidência do MDB goiano

A dissidência do MDB, capitaneada pelo prefeito de Catalão, Adib Elias, está esperneando e tenta barrar na Justiça a eleição do novo Diretório Estadual do MDB. Mas, o fato é que o atual presidente da legenda em Goiás, para usar a linguagem do futebol, bate com as duas pernas, cabeceia bem e deve vencer de goleada os adversários internos.