Aidar avisa que não recua no projeto do fim dos incentivos para usineiros

O deputado Humberto Aidar disse à rádio Sagres que vai manter o projeto que retira incentivos fiscais do álcool anidro (para misturar á gasolina) que sofre pressões até da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Ela divulgou um vídeo na terça-feira (1º) para defender o setor e pediu a rejeição do projeto de lei.
Aidar disse à emissora que discorda de mudar a proposta. “Eu quero deixar uma pergunta no ar: como se explica um setor que o Estado chega e diz o seguinte: ‘hoje vocês estão pagando 29,5% de ICMS, eu vou diminuir para 23%”, aí [ele] fala o seguinte, ‘não, eu não quero que diminua para 23%. Se puder aumentar, para mim é melhor’. Claro, porque quem paga o ICMS, quem recolhe é a Petrobras. Eles têm direito a 60% do que é recolhido de ICMS, ou seja, a cada R$ 1 milhão [de imposto recolhido recebem] R$ 600 mil”, disse.